Tudo sobre o ATP Finals 2023 para guiar suas apostas em tênis

Tenis / 7 novembro, 2023

Saiba quem são os oito melhores tenistas da temporada que disputarão o título de melhor tenista do ano no ATP Finals 2023.

A edição deste ano começa no dia 12 de novembro. A sede desta edição será o Pala Alpitour, na cidade de Turim, Itália. A decisão está prevista para o dia 19 de novembro. Neste artigo, você entenderá tudo sobre este importante torneio e poderá preparar-se para apostar em tênis.

Temas

Os melhores tenistas do ano no ATP Finals 2023História e organização do ATP FinalsHistória do torneioOrganização do torneioOs maiores vencedores do ATP FinalsRoger FedererNovak DjokovicIvan Lendl e Pete SamprasResumo da temporada de tênisGrand SlamATP Tours Masters 1000Quem está qualificado para as finais do ATP de 2023?Novak DjokovicCarlos AlcarazDaniil MedvedevJannik SinnerAndrey RublevStefanos TsitsipasAlexander ZverevHolger RunePrincipais mercados de apostas para ATP FinalsConclusãoOs melhores tenistas do ano no ATP Finals 2023

Como em todos os torneios esportivos, você também pode fazer suas apostas no ATP Finals 2023. Aproveite para conhecer a plataforma de apostas online da Bodog, uma das mais conhecidas da internet brasileira. Lá, você encontra dezenas de esportes, campeonatos e jogos para arriscar o seu palpite. Acesse agora mesmo e faça o seu cadastro gratuitamente!

História e organização do ATP Finals

O ATP Finals é um tradicional torneio de tênis de fim de ano que reúne os oito melhores tenistas da temporada segundo a classificação no ranking anual da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). Veja um pouco da história deste campeonato.

História do torneio

Esse evento do tênis mundial é a quarta evolução de um torneio que começou nos anos de 1970. A sua primeira edição foi conhecida como Masters Grand Prix, formando parte do Grand Prix Tennis Circuit e era organizado pela ITF (International Lawn Tennis Federation).

Em 1990, a ATP assumiu o controle do evento e o substituiu pelo ATP Tour World Championship. Ao contrário do torneio anterior, esta nova versão passou a fornecer aos vencedores pontos para o ranking mundial. Ao mesmo tempo, a responsável pela gestão dos Grand Slams criou um evento anual denominado Grand Slam Cup, disputado pelos 16 jogadores com as melhores pontuações.

Já no final da década de 1990, ambas as organizações decidiram cancelar os dois eventos e criar, em parceria, um novo torneio chamado Tennis Masters Cup. Eventualmente, a competição mudou seu nome para ATP World Tour Finals em 2009. Em 2017, mudou de nome mais uma vez e foi estabelecido como o conhecemos hoje: ATP Finals.

Organização do torneio

Como já dissemos no início, este torneio reúne os oito melhores tenistas da temporada. A seleção dos atletas que participarão do evento segue um ranking geral que mostra a soma das pontuações de cada tenista durante o ano, levando em consideração todas as competições realizadas no período. Aqueles que figuraram como os oito melhores da lista, garantem presença no ATP Finals.

Mais:  Maiores campeões da NBA: qual time tem mais títulos?

Após a divulgação dos tenistas classificados, os jogadores são divididos em dois grupos de quatro, onde todos jogam contra todos. Os dois de cada divisão que tiverem o melhor resultado vão para as semifinais, que, claro, definirá os grandes finalistas. O sistema funciona da mesma maneira tanto para a categoria individual quanto para as duplas.

Os maiores vencedores do ATP Finals

Conheça os maiores vencedores do ATP Finals desde 1970.

Roger Federer

Os recordes de Roger Federer o colocam como um dos maiores tenistas da história. Além disso, o suíço também é o maior vencedor do ATP Finals, com seis conquistas: 2003, 2004, 2006, 2007, 2010 e 2011.

A última participação do tenista suíço foi em 2019. Na ocasião, ele chegou até as semifinais, sendo derrotado pelo grego Stefanos Tsitsipas, que viria ser o campeão daquela temporada.

Novak Djokovic

Atual líder do ranking da ATP e vencedor de 3 dos 4 Grand Slams da temporada, o sérvio está ao lado de Federer como maior campeão do torneio, com seis títulos: 2008, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2022. Na temporada de 2023, Djokovic consolidou seu nome no panteão dos grandes tenistas de todos os tempos e é o favorito ao título do ATP Finals 2023.

Se o favoritismo se confirmar, ele se tornará o maior campeão desta competição, assim como também é um dos maiores vencedores de Roland Garros.

Ivan Lendl e Pete Sampras

Logo abaixo de Federer e Djokovic, estão os ex-tenistas Ivan Lendl, da República Tcheca, e o estadunidense Pete Sampras. Ambos conquistaram cinco títulos do ATP Finals entre os anos de 1980 e 1990.

Embora também estejam entre os melhores tenistas da história, Lendl e Sampras já estão aposentados há muitos anos.

Resumo da temporada de tênis

A temporada de 2023 do tênis profissional teve um dono: o sérvio Novak Djokovic. Dos 4 Grand Slams, Djokovic venceu 3. Este é um feito que poucos tenistas conseguiram. Porém, outros jogadores também se destacaram nesta temporada. Vejamos um breve resumo.

Grand Slam

Como dissemos acima, o sérvio Novak Djokovic venceu 3 Grand Slams: Australian Open, Roland Garros e US Open. Ele ainda chegou à final de Wimbledon, mas foi derrotado pelo espanhol Carlos Alcaraz.

Imagine:– Ter 36 anos– Disputar apenas DOZE torneios na temporada– Classificar-se em #1 para o ATP Finals– Ficar quase um mês sem jogar– Alcançar 50 vitórias na temporada– Conquistar o 40º Masters 1000 (7º em Paris)– Ser NOVAK DJOKOVIC.#TenisNaESPN #RolexParisMasters pic.twitter.com/0AXbmzIGPH

— Site do Tênis (@sitedotenis) November 5, 2023

Outros tenistas que se destacaram por chegarem à final de Grand Slam em 2023 foram o russo Daniil Medvedev, vice-campeão no US Open, o grego Stefanos Tsitsipas, vice-campeão no Australian Open, e o norueguês Casper Ruud, vice-campeão em Roland Garros.

Mais:  UFC 261: Kamaru Usman x Jorge Masvidal

ATP Tours Masters 1000

O ATP Tours Masters 1000 é um conjunto de 9 torneios. É comum que os principais tenistas da temporada participem somente de algumas destas competições. Djokovic, por exemplo, participou de apenas 4 torneios Masters 1000, sendo campeão do Cincinnati Open.

Os campeões dos outros Masters 1000 de 2023 foram o espanhol Carlos Alcaraz, campeão do Indian Wells Open e do Madrid Open, o russo Daniil Medvedev, campeão do Miami Open e do Italian Open, o sérvio Novak Djokovic, campeão do Cincinnati Open e Paris Masters, o russo Andrey Rublev, campeão do Monte-Carlo Masters, o italiano Jannik Sinner, campeão do Canadian Open, e o polonês Hubert Hurkacz, campeão do Shanghai Masters

Quem está qualificado para as finais do ATP de 2023?

Veja quem são os oito melhores tenistas da temporada que participarão do ATP Finals 2023.

Novak Djokovic

Com 5 títulos conquistados nesta temporada, sendo 3 Grand Slams (Australian Open, Roland Garros e US Open) e 2 Masters 1000 (Cincinnati Open e Paris Masters).

O sérvio chega ao ATP Finals 2023 como o grande favorito ao título. Além disso, Djokovic é o líder do ranking da ATP.

Carlos Alcaraz

Vencedor do Grand Slam de Wimbledon, sobre Novak Djokovic, o jovem tenista espanhol Carlos Alcaraz já mostrou que tem potencial para enfrentar qualquer adversário.

Além de ser o segundo do ranking ATP, Alcaraz também conquistou dois títulos de Masters 1000 (Indian Wells Open e Madrid Open).

Daniil Medvedev

Já faz alguns anos que o tenista russo Daniil Medvedev figura entre os melhores do mundo.

Em 2023, as principais conquistas de Medvedev foram os títulos dos Masters 1000 Miami Open e Canadian Open. Além disso, também é o atual vice-campeão do US Open.

Jannik Sinner

O jovem tenista italiano Jannik Sinner ainda não conquistou nenhum título de Grand Slam na carreira, mas já está entre os 5 melhores do mundo.

Em 2023, seus melhores resultados foram um título de Masters 1000 (Monte-Carlo Open), um vice-campeonato (Miami Open) e uma semifinal de Grand Slam (Wimbledon).

Andrey Rublev

Quinto colocado no ranking da ATP, o tenista russo Andrey Rublev fecha a lista dos campeões dos torneios Masters 1000 (campeão do Monte-Carlo Masters).

Além desse título, Rublev também foi vice-campeão do torneio Shanghai Masters e semifinalista no Paris Masters.

Stefanos Tsitsipas

Embora não tenha conquistado nenhum título importante nesta temporada, o grego Stefanos Tsitsipas está na sexta posição do ranking ATP.

Seus melhores resultados este ano foram os de vice-campeão do Australian Open e semifinalista nos torneios Italian Open e Paris Masters.

Alexander Zverev

O alemão Alexander Zverev é considerado um tenista experiente e muito constante. Ele está no top 10 do ranking ATP desde julho de 2017.

Mais:  Conheça o destaque no mundo do MMA, Antônio Ribeiro

Porém, este não foi um grande ano para Zverev, que teve como melhores resultados duas semifinais, em Roland Garros e no Cincinnati Open.

Holger Rune

Por fim, o oitavo tenista classificado para o ATP Finals 2023 é a jovem promessa norueguesa Holger Rune.

Apesar de não ter conquistado nenhum título este ano, Rune chegou a duas finais (Monte-Carlo Masters e Italian Open). Estes resultados foram suficientes para colocá-lo entre os 8 melhores do mundo.

Principais mercados de apostas para ATP Finals

O tênis é um esporte dinâmico, que oferece diversas opções de mercados de apostas em tênis. Além da tradicional aposta no vencedor, existem outros mercados com graus diferentes de complexidades que podem trazer maiores lucros. Confira alguns dos mercados para apostar no ATP Finals.

Handicap de games: Aqui, você pode escolher se um jogador vencerá ou perderá por uma determinada margem de games. Se o handicap for de –3,5 games para o favorito, por exemplo, ele precisa vencer por quatro games ou mais de diferença para que a aposta seja vencedora. Se o handicap for de +3,5 games para o azarão, ele pode perder por até três games de diferença que a aposta ainda será vencedora.Over/Under de games: Neste mercado, você escolhe se o número total de games jogados na partida será maior ou menor do que um valor estipulado pela casa de apostas. Se o total for de 22,5 games, o apostador pode apostar em over (mais de 22,5 games) ou under (menos de 22,5 games).Vencedor do primeiro set: Aposte em qual dos jogadores vencerá o primeiro set da partida, independentemente do resultado final do jogo.Resultado exato do set: Se você gosta de arriscar para ganhar mais, pode apostar em qual será o placar exato de cada set da partida. Se você acredita, por exemplo, que o primeiro set será vencido pelo favorito por 6-4, pode apostar nesse resultado. Como é um resultado difícil de predizer, em geral, o acerto paga muito bem.Tie-break no set: Aqui, você pode escolher se haverá ou não um tie-break em cada set da partida. Um tie-break ocorre quando o placar do set está empatado em 6 a 6 e os jogadores disputam um game extra para definir o vencedor do set.Conclusão

O ATP Finals é uma nova oportunidade de assistir aos grandes tenistas da temporada disputando uma competição. Será que Djokovic ultrapassará Federer e se tornará o maior vencedor deste torneio?

O caminho não será fácil. Alcaraz e Medvedev estão na luta também. Ganhar do número 1 do mundo é um triunfo que todos querem. As apostas estão abertas, venha dar o seu palpite aqui na Bodog.

+300
+500
+1200
+1500
+750
$